DomusVi, a maior rede de centros de saúde em Espanha com mais de 25.800 lugares disponíveis, analisou hoje a situação actual em conferência de imprensa virtual, bem como todas as novidades aplicadas nos seus centros nos últimos meses. O evento contou com a presença de Fini Pérez, Diretor de Assistência Técnica da DomusVi e María Taboada, Diretora de Qualidade da DomusVi, que revisaram os principais pontos-chave agora que parece que a flexibilidade de medidas esperada, acompanhada pela vacina, e que os centros residenciais estão recuperando a normalidade após meses cuidando de entes queridos em um momento difícil.

Residências DomusVi, espaços seguros

Atualmente, os centros DomusVi são espaços seguros para residentes e funcionários. Na verdade, as casas de saúde são hoje os espaços mais seguros deste país. Quase 99% dos residentes do DomusVi já estão imunizados e, de acordo com a taxa de vacinação, espera-se que em breve todos os novos residentes estejam totalmente imunizados ao entrarem nos centros. A equipe humana da empresa também está sendo vacinada a bom ritmo e hoje 94,5% do pessoal já recebeu a segunda dose.

Nas palavras de Fini Pérez, “ Claro, Medidas higiênicas de prevenção a doença está sendo e continuará a ser adotada em todos os nossos centros. Na DomusVi, trabalhamos permanentemente para seguir os regulamentos de cada comunidade autônoma mas também reforçando a segurança com nossos próprios protocolos e iniciativas que são implementados em cada um de nossos centros ”. [19659004] Uma dessas iniciativas é o "Stock Covid" disponível em centros residenciais, que garante material de segurança suficiente para auto-abastecimento por 70 dias em caso de surto. Este estoque se soma ao material de uso diário que todos os centros têm disponível. Um programa ambicioso denominado "Safe Care" também foi lançado meses atrás, que é auditado externamente pelo Bureau Veritas, que certifica o cumprimento de todos os regulamentos, protocolos, recomendações e medidas de segurança e prevenção focadas em evitar o contágio e conter o expansão destes, se ocorrerem. Uma iniciativa de segurança pioneira no setor que já conta com a certificação de praticamente 100% dos centros DomusVi. Finalmente, outras medidas adotadas para facilitar o bem-estar emocional dos residentes foram anunciadas, como uma série de novas terapias não farmacológicas ou módulos seguros para visitas.

Retorno gradual à normalidade

Os efeitos da vacinação estão sendo já percebendo de forma positiva nas residências e elas estão permitindo voltar gradativamente a uma certa normalidade. O efeito positivo é mostrado em que, desde o final de fevereiro até os dias atuais, a porcentagem de positivos para COVID tem diminuído, com muito poucos positivos e geralmente assintomáticos, que se tornam negativos muito rapidamente e hoje representam apenas 0,16% de todos os residentes.

Desse modo, quase 100% das residências do DomusVi puderam restabelecer muitas das atividades que eram realizadas antes da pandemia. Paralelamente, foram activadas outras, mantendo sempre medidas de segurança, como visitas a centros para adultos e crianças que favoreçam um maior contacto com as famílias, ou passeios em grupo para actividades culturais já iniciadas. .

Paralelamente, desde el departamento de I+D+i, responsable de las últimas innovaciones en el cuidado de los mayores, también se están trabajando e implementando proyectos lúdico-terapéuticos como las “Gafas de Realidad Virtual”o la “Foca Nuka ", entre outros. Além disso, a residência DomusVi Vigo foi a primeira empresa da empresa a instalar o projetor Obie, um sistema inteligente que consiste em um projetor de alta qualidade e sensores de movimento que auxiliam nas terapias cognitivas e facilitam a sociabilidade.

Investimento contínuo para continuar a apoiar quem mais precisa

Mesmo com a melhoria geral da situação, a empresa não parou de inventar, tanto em termos de segurança para os seus residentes, como em projectos de assistência social. Assim, a DomusVi quis estar ao lado das pessoas nestes tempos difíceis, e para isso lançou um vale-auxílio-auxílio para dar apoio direto às famílias que necessitam de acesso a uma habitação e que estão em dificuldades financeiras. Através da Fundação DomusVi, alma da empresa, será destinada uma bolsa de 1 milhão de euros para ajudar a financiar os custos dos serviços residenciais aos idosos que deles necessitam.

Por otro lado, se ha puesto en marcha el primer programa de rehabilitación post COVID-19 dirigido a aquellas personas que, tras haber superado un contagio por coronavirus o después de un confinamiento, presentan secuelas físicas y/o neurológicas que condicionan su vida quotidiana. Iniciativa pioneira no setor residencial espanhol e em curso desde março, que já foi implantada em mais de trinta centros residenciais da rede DomusVi e que se prevê integrar todos os centros durante o ano de 2021.

María Taboada, Diretora de Qualidade , destacou que “Demos tudo antes da pandemia, demos tudo durante ela e continuaremos a agir dessa forma. Nosso principal objetivo é o bem-estar de nossos moradores e suas famílias. Uma promessa que cumprimos, conforme demonstram os resultados da auditoria externa realizada recentemente, em que os residentes e seus familiares nos dão 8,3 em 10, ao mesmo tempo que valorizam, acima de tudo, a dedicação dos nossos colaboradores e as medidas de segurança implementadas. Resultados que também nos enchem de orgulho depois de tantos meses de extremo esforço. ”

Finalmente, DomusVi queria agradecer e parabenizar a comunidade de enfermagem naquele que é o seu dia internacional pelo seu grande trabalho e dedicação ao longo deste último ano. Os profissionais de enfermagem, de que hoje tanto falta no nosso país, são também figuras fundamentais para todo o sector social da saúde e no domínio da assistência desempenham um trabalho fundamental no cuidado, assistência e reabilitação dos nossos idosos.