A Fundação de Tecnologia e Saúde cumpriu no último ano, mais do que nunca, o seu objetivo fundador de dar visibilidade ao valor sanitário, social e econômico do Setor de Tecnologia em Saúde, que se revelou fundamental na luta contra o COVID-19. É o que afirma o seu Relatório Anual 2020 que este ano estará pela primeira vez acessível através da Web.

Quatro são os eixos estratégicos da sua atividade: colaboração com os representantes dos doentes para a melhoria dos cuidados de saúde; trabalho conjunto com profissionais de saúde e a Administração para fazer avançar a gestão de doenças e a promoção da saúde; a divulgação da contribuição das soluções tecnológicas para o diagnóstico, tratamento e controle de patologias; e o reconhecimento e promoção de iniciativas para a melhoria do Sistema Único de Saúde.

Refletimos um programa de atividades onde se abrem a reflexão e as responsabilidades do setor de Tecnologia em Saúde no marco da pandemia, colocando sucessivos desafios relacionados à organização da saúde, equipamentos, atendimento, segurança, Saúde Pública, comunicação e formação ”, afirma o professor Fernando Bandrés que em março de 2020 assumiu a presidência da Fundação Tecnologia e Saúde, com a posse do a nova Comissão Executiva do Conselho de Curadores.

Desde o surgimento da COVID-19, a Fundação tem colocado os seus recursos como espaço de reflexão e como aliada Sinergia da Fenin e braço social da Saúde Setor de tecnologia ao serviço do sistema de saúde ”, diz Margarita Alfonsel secretária do Conselho de Curadores da Fundação Tecnologia e Saúde e Secretário-geral da Federação Espanhola de Empresas de Tecnologia da Saúde Fenin . " Em 2020, especialmente d devido à pandemia, realizamos um esforço de divulgação extraordinariamente intenso para divulgar os benefícios e a contribuição da Tecnologia de Saúde ", corrobora, para acrescentar que " a Fundação continuou a promover e participar em projetos e iniciativas destinadas a promover a segurança do paciente e melhorar os cuidados de saúde ".

Enfatizando o papel de liderança da Tecnologia da Saúde

Em um ano condicionada pela crise da saúde, a análise do contributo das soluções tecnológicas para a enfrentar tem centrado uma parte importante da actividade da Fundação. Prova disso é a preparação do relatório Construindo um Novo Futuro. Reflexões derivadas da Crise COVID-19 e Novos Desafios, de uma Abordagem Clínica e Organizacional 'que revê a gestão da crise de saúde e o papel desempenhado por cada agente do sistema, para propor uma estratégia nacional que enfoque Prioridade por Tecnologia em Saúde, como setor aliado fundamental no processo de reconstrução diante da pandemia, e oferecer algumas chaves que permitem que o sistema esteja mais bem preparado para responder a possíveis crises de saúde futuras.

Tornar visíveis a contribuição e os benefícios de Os produtos envolvidos na prevenção, detecção, tratamento e monitoramento da COVID-19 tem sido uma linha estratégica da Fundação desde o início da pandemia, que se materializou com o desenvolvimento da campanha # TecnologíaparaVivir impulsionada com Fenin . Diante do grande volume de informações veiculadas nos meios de comunicação e redes sociais, nem sempre verdadeiras, sobre produtos como máscaras ou testes diagnósticos, esta iniciativa tem se desenvolvido com o objetivo de fornecer informações confiáveis ​​à população e valorizar um setor que, apesar sua notável contribuição, nem sempre tem visibilidade.

Avançar de mãos dadas com pacientes, profissionais e administração

Atuar como um elo entre os pacientes e o setor de Tecnologia da Saúde é um dos objetivos da Fundação , tarefa que reforçou em 2020 com a incorporação ao seu Conselho da Plataforma de Organizações de Pacientes POP ​​ composta por 1.400 associações de pacientes e 29 organizações, representando 585.000 pacientes . Na mesma linha, continua a ser membro do Conselho Consultivo do Conselho Estadual de Pacientes .

Em seu compromisso de fornecer soluções com os demais agentes de saúde, em 2020, foram realizadas duas conferências organizado com pacientes e sociedades científicas: O VI Encontro 'Saúde Oral e Diabetes' e o VII Encontro 'Tecnologia de Saúde a Serviço de Pacientes com Derrame' . A promoção da humanização da saúde é outro dos objetivos da Fundação, a que respondeu no ano passado com um donativo solidário ao Careflix uma plataforma inovadora de conteúdos e serviços especializados em saúde e bem-estar; ou apoio à iniciativa de Hummancare de humanização do atendimento.

Continuam as colaborações com sociedades científicas, profissionais de saúde e a Administração, com progresso em iniciativas como o Observatório de Infecção em Cirurgia (OIC) em que participam várias sociedades científicas; ou o Projeto ‘Flebite Zero’ ao qual 73 hospitais de 15 Comunidades Autônomas se juntaram para minimizar a incidência de flebite associada à inserção e manutenção do cateter venoso periférico. Também no campo da segurança, o decálogo "Prevenção de infecções em odontologia" foi elaborado em uma proposta de boas práticas de segurança e higiene em clínicas odontológicas. A participação da Fundação no Plano Estratégico e de Ação para Reduzir o Risco de Seleção e Disseminação da Resistência Antimicrobiana (PRAN) da Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde, insere-se neste âmbito de ação. no Aliança Multidisciplinar Contra Erros de Medicação (Projeto AFEM) .

Reconhecimento da contribuição dos diferentes agentes do sistema de saúde

Valorizando a valiosa contribuição do O setor de Tecnologia da Saúde e o reconhecimento do trabalho de seus profissionais e instituições é o objetivo dos 'Prêmios de Tecnologia e Saúde' concedidos pela Fundação. Dadas as circunstâncias decorrentes do COVID-19, a cerimônia de premiação da edição 2020 foi realizada virtualmente. Uma dezena de projectos, instituições e personalidades foram reconhecidos por prémios que atribuíram um galardão especial aos profissionais de saúde pelo seu trabalho e dedicação na luta contra o COVID-19, e que fez uma menção especial ao Grupo Oesía e Iberia através do Corredor Aéreo Sanitário . Esta iniciativa, promovida em conjunto com a Fenin, permitiu trazer para Espanha, através de 36 voos Xangai-Madrid, mais de 700 toneladas de produtos essenciais para a saúde no combate ao coronavírus.

Este reconhecimento aos profissionais de saúde, ao sector das Tecnologias da Saúde e aos seus colaboradores e cidadãos , pelo seu papel na luta contra a COVID-19, também se reflete no Relatório. O referido documento inclui cartas assinadas por representantes de pacientes e profissionais de reconhecido prestígio, como a médica María Cruz Martín Delgado presidente da Sociedade Espanhola de Medicina Intensiva Crítica e Unidades Coronárias (SEMICYUC), o médico Francisco A Bernabeu curador da Fundação Tecnologia e Saúde, em representação do Conselho de Administração da Sociedade Espanhola de Medicina Laboratorial (SEQCML) e chefe do Serviço de Análises Clínicas do Hospital Puerta de Hierro Majadahonda; Dr. Antonio de Lacy chefe da Cirurgia Gastrointestinal do Hospital Clínic de Barcelona e do Prêmio Fenin de Inovação em Tecnologia da Saúde 2020; e Dr. Sagrario de la Azuela diretor do Hospital Nacional para Paraplégicos (SESCAM). Todos expressam a sua visão sobre os desafios que se colocam ao sistema de saúde espanhol na situação atual.

Do Relatório 2020, destaca-se o seu Epílogo, no qual se destaca o secretário do Conselho de Curadores da Fundação Tecnologia e Saúde e o Secretário Geral de Fenin reflete sobre a situação excepcional vivida em 2020 com o COVID-19 e as lições aprendidas, que devem ajudar a propor estratégias que preparem o sistema de saúde para possíveis situações inesperadas como a vivida.