O Comitê Consultivo para Vacinas da Associação Espanhola de Pediatria (CAV-AEP) publicou seu calendário de vacinas para 2020, que oferece as seguintes novidades:

  • É eliminada a distinção na tabela entre vacinas financiadas e não financiadas .
  • É recomendável introduzir sistematicamente a vacinação contra o rotavírus em todos os bebês.
  • É recomendável introduzir a vacinação contra o meningococo B de maneira sistemática em todos os bebês com Esquema 2 + 1.
  • O esquema de vacinação é alterado contra os meningococos A, C, W e Y, com um esquema de uma dose aos 4 meses de MenC-TT e uma dose de MenACWY aos 12 meses e outro aos 12-14 anos de idade, com resgate progressivo até 18 anos. Para o resto das idades, a recomendação é para proteção individual.
  • A vacina contra o papilomavírus humano em ambos os sexos é recomendada entre 11 e 12 anos, porque o ônus da doença neoplásica nos homens por esse vírus também é importante . De preferência ao HPV9 e HPV4 sobre o HPV2, que possui apenas dados de imunogenicidade.
  • Para vacinas ainda não incluídas no calendário gratuito, solicite novas formas de financiamento para facilitar a aquisição pelas famílias espanholas.
  • É reivindicado um Comitê Nacional de Imunização, no qual participam não apenas os técnicos de Saúde Pública do Ministério e do CC. AA., Se não também as sociedades científicas e os pacientes, conforme recomendado pela OMS.
  • Fora do calendário infantil, a vacinação com Tdpa ainda é recomendada para a gestante a partir da 27ª semana de gestação e também a vacinação gripe a qualquer momento durante a gravidez, se isso coincidir com a campanha sazonal.
Artigo anterior A Novartis busca soluções inovadoras para uma melhor abordagem da psoríase entre o ecossistema empreendedor
</pre>

<!-- Quick Adsense WordPress Plugin: http://quickadsense.com/ -->
<div class=