GSK, empresa biofarmacêutica internacional guiado pela ciência e pela inovação responsável, apresentou em Madrid o documentário “Caminho da Esperança”, um filme cujo objetivo é criar uma consciência geral sobre o câncer ginecológico e aumente sua visibilidade. Isso é o que ele diz María Jesús Rubio, oncologista do Hospital Universitário Reina Sofía de Córdoba, “Uma iniciativa como essa torna visível uma doença que tentamos esconder. Mostra que a luta não é individual, mas que a luta é de todos e que juntos somos mais fortes”. Esse tipo de tumor é aquele que se origina nos órgãos do sistema reprodutor feminino, como câncer de colo de útero, ovários, útero, vagina e vulva.

Durante sua projeção foi possível ver a vivência vital de seus protagonistas contribuindo com suas próprias vivências diante da doença, seu desejo de superação e a coragem com que enfrentaram cada etapa. Cada uma dessas histórias de vida dá voz e visibilidade a todas as mulheres que sofreram ou estão vivenciando o câncer ginecológico.

A ideia de criar “Camino a la Esperanza” surgiu há alguns meses após o lançamento da campanha “My name is Hope” promovida pela GSK, no âmbito do Dia Mundial do Câncer de Ovário. Esta peça corajosa reúne a viagem de três dias de oito mulheres sobreviventes de câncer ginecológico e dois oncologistas especializados neste tipo de tumor à população de La Esperanza (El Rosario) em Tenerife.

“Esta experiência é uma bela metáfora de que a esperança não é apenas um lugar para chegar, é um caminho, é algo que passamos dia a dia, construímos esperança com todas as ilusões que nos fazem levantar de manhã apesar de termos muitas dificuldades em nossas vidas”, diz Irene Roldán Gallego, uma sobrevivente de câncer ginecológico.

Ao longo de três dias os protagonistas realizaram três etapas de um caminho com destino: La Esperanza (El Rosario). Um lugar perfeito em Tenerife para transmitir a mensagem perfeita. A marcha começou na última sexta-feira, 27 de maio, em San Cristóbal La Laguna, com uma primeira etapa até Mesa Mota com um percurso aproximado de 7km. No dia seguinte, iniciaram a segunda etapa, na qual os protagonistas percorreram o parque natural de Anaga e, para terminar, no último dia percorreram os Montes de Agua García até chegarem a La Esperanza, percorrendo um total de 21 km.

“Nossa intenção sempre foi apoiar todas as pacientes com câncer ginecológico e dar-lhes esperança diante de um dos desafios mais importantes de suas vidas. O resultado deste documentário mostra a capacidade de superação que todos esses sobreviventes têm. Na marcha única que tem como destino nosso grande propósito: juntos transformar Câncer em Esperança”, destaca. Manuela Domenech, diretora comercial de oncologia da GSK na Espanha.

O documentário pode ser visto no site das pacientes da GSK e será divulgado através das mídias digitais e redes sociais da Associação de Pessoas Acometidas pelo Câncer de Ovário (ASACO), da Associação Hereditária Mama Ovário (AMOH) e da própria GSK.