A Ministra da Educação e Formação Profissional, Pilar Alegría presidiu esta manhã à reunião da Conferência do Sector da Educação na qual convidou as comunidades autónomas a fazer da educação uma política prioritária e aproveitar os 13.486 milhões de euros que o governo central distribuiu a para enfrentar a situação decorrente da Covid-19 para a melhoria do sistema educacional.

“Na conferência com os conselheiros, tenho convidou as comunidades autónomas a considerar a educação uma prioridade entre os seus objectivos e a afectar uma parte significativa do orçamento de cerca de 13.500 milhões de euros aprovado pelo governo para garantir as necessidades do sector da educação. O Ministério tem dois objetivos no início do curso, freqüência máxima e garantias máximas para a saúde dos alunos e professores ”, garantiu a Ministra Pilar Alegría, que indicou que 70% desses recursos serão liberados já neste mês de setembro.

Em resposta às perguntas dos jornalistas, a Ministra da Educação e da Formação Profissional reiterou o seu desejo de dialogar com todas as comunidades autónomas e com a comunidade educativa . “Queremos abordar o debate educacional com calma, prudência e responsabilidade. A mão do Ministério é estendida. O diálogo será a marca desta ministra e de sua equipe ”, assegurou.