Melasma é a hiperpigmentação da pele, uma mancha escura na pele causada por desequilíbrio hormonal ou uso de medicamentos.

O melasma é um tipo de mancha muito comum no mulheresprincipalmente durante e após a gravidez, que geralmente aparece na caropor isso pode ser mais feio.

Carmen Bauzá, farmacêutica especializada em dermocosméticos, explica a Causas de melasma, como identificá-lo e o que tratamentos há para removê-lo.

O que é melasma e por que ocorre?

Melasma é um hiperpigmentação da pele, ou seja, uma mancha escura na pele. Aparece devido a um excesso na produção de melanina, que é a pigmento que dá cor à pele, cabelo e olhos.

Embora as causas não sejam totalmente claras, está relacionada mudanças hormonais repentinascomo beber anticoncepcionais ou o gravidez.

Quais fatores pioram o melasma?

Além dos fatores que favorecem o aparecimento do melasma (gravidez, anticoncepcionais) existem outros fatores que o agravam, como Soldaí o melasma intensifica no verão e clareia, ou se torna praticamente imperceptível, no inverno.

Quando o melasma aparece na área do bigode pode piorar com alguns métodos de depilaçãocomo a cera quente, que causa inflamação na área que pode acentuar ainda mais a mancha.

Portanto, embora a causa principal seja hormonal, alguns medicamentos, o sol ou as alterações na pele podem causar ou agravar o melasma.

Como identificar o melasma na pele?

Melasma são manchas marrons de superfície lisa que podem se tornar bastante extensas, com borda irregular. As áreas da face mais propensas ao melasma são as testa, maçãs do rosto, bochechas e lábio superior.

Difere de outras manchas frequentes, como sardas ou lentigos, por serem menores e não aparecerem apenas no rosto, mas em qualquer área exposta ao sol, como braços ou mãos. Além disso, os lentigos são geralmente ásperos.

Como o melasma pode ser prevenido?

Se você nunca teve manchas escuras e quer preveni-las, inclusive melasma, a chave é aplicar alta proteção solar e amplo espectro todos os dias e durante todo o ano. Claro, você deve moderar a exposição ao sol e aplicar uma rotina cosmética adequada ao seu tipo de pele para evitar que ela seja alterada.

O que fazer para eliminar o melasma?

Se você já tem melasma, pode clarear com uma tratamento despigmentante apropriado. Este tratamento pode ser aplicado tanto para tratar manchas como para prevenir o seu reaparecimento. Por exemplo, quando você se expõe a situações em que vai pegar muito sol.

Como tratamento de choque, os ingredientes ativos cosméticos de eleição são despigmentantes como ácido kójico aceno arbutina. Estes têm a capacidade de limitar o processo de formação da melanina, o que promoverá o desaparecimento progressivo da mancha à medida que a pele se renova.

Para potenciar estes resultados ou como manutenção existem diferentes ingredientes ativos despigmentantes como vitamina C, niacinamida ou ácido azelaico, entre outros. A escolha do tratamento será baseada no tipo de pele para estabelecer uma rotina cosmética adequada e completa.

Para acelerar os resultados, eles são muito interessantes esfoliantes químicos como ele Ácido glicólico ou o ácido salicilicoque são hidroxiácidos. Esfoliar a pele não resolve o problema, mas ao favorecer a renovação das camadas externas (onde se depositou o excesso de melanina que dá origem à mancha) acelera os resultados.

Que recomendação você faria para cuidados com a pele propensa a melasma?

Melasma é um tipo de mancha crônica mas, como sempre digo, esta não é uma mensagem pessimista, mas um apelo à constância.

Podemos esclarecer o melasma com o tratamento adequado, embora, sendo crônica, eles sempre tenderão a reaparecer. Concluindo, devemos sempre tratar a pele com tendência a melasma com um tratamento adequado, mas o tratamento nem sempre será o mesmoterá de ser adaptado à evolução da mancha e ao estado da pele.