Esta técnica de maquiagem semi-permanente permite repovoar as sobrancelhas com um resultado natural.

Microblading é um técnica de maquiagem semi-permanente que permite reconstruir as sobrancelhas ou áreas das sobrancelhas desprovidas de pêlos, ou modificar a forma ou a cor.

o diferença com outros tipos de maquiagem permanentecomo micropigmentação ou tatuagens, é a camada da pele onde o pigmento é fixado e a realização de traços fio a fio que permitem obter alguns resultados mais realistas e naturais.

É uma técnica que está muito na moda que consegue repovoar as sobrancelhas com um aspecto naturalmas também pode envolver alguns riscos e deve ser conhecido.

Carmen Bauzá, farmacêutica especializada em dermocosmética, dá-nos os detalhes sobre esta técnica e os cuidados a ter.

Resultados de microblading

O resultado é um sobrancelhas com a forma, volume e cor certos para cada tipo de rosto. Isto é conseguido graças ao fato de que, antes de realizar a microblading, uma estudo da morfologia da face.

O design da sobrancelha será baseado neste estudo, que garante que o resultado seja em harmonia com os traços faciais.

Indicações de microblading

É recomendado para pessoas que desejam modificar o formato de suas sobrancelhas ou aumentar sua densidade com um resultado natural, seja por razões de saúde ou estética.

  • Certo doençastratamentos farmacológicos, situações de estresse ou alterações hormonais repentinas podem promover a queda total ou parcial das sobrancelhas. Microblading pode ajudar a compensar essa perda.
  • Outro motivo frequente para a perda de volume nas sobrancelhas é a depilação em excesso. As sobrancelhas respondem à moda e antigamente a tendência era usá-las muito finas. Hoje a microblading é uma boa opção para quem busca recuperar sua aparência original.

Testes de alergia anteriores

O primeiro risco associado ao microblading é alergia a pigmentos Por esse motivo, é obrigatório que o técnico responsável verifique se não há riscos realizando um teste de alergia.

o teste de alergia deve ser feito pelo menos 48 horas antes para prosseguir com microblading. Consiste na implantação de pigmento – com agulha estéril – atrás do lóbulo da orelha ou na nuca para verificar se a pele tolera o corante ou se, pelo contrário, ocorreram reações alérgicas ou intolerâncias.

o teste de alergia Isso nos impedirá de nos expor a um processo que pode causar problemas de saúde.

Contraindicações do Microblading

A microblading deve ser realizada apenas no pele saudável, sem a presença de cicatrizes, queloides ou capilares rompidos. Além disso, é contraindicado nos seguintes casos:

  • Gravidez.
  • Hepatite.
  • Diabetes.
  • Hemofilia.
  • Doenças autoimunes como o HIV.
  • Pessoas com doenças de pele.
  • Em caso de uso de medicamentos anticoagulantes.
  • Pessoas com problemas de cura ou tendência a quelóides.

É importante que, na primeira consulta, você relatar os riscos associados. Em caso de dúvida, um médico especialista deve ser consultado.

precauções a tomar

Recomendo confiar apenas em centros especializados e que realizem microblading de forma cabine que está em conformidade com os regulamentos atuais.

Os funcionários devem ser treinados e usar chapéu, luvas e máscara. Todo o material deve ser esterilizado. Além disso, você deve mostrá-lo ao cliente o tempo todo.

Cuidados após microblading

Para garantir ótimos resultados de microblading, tanto em termos de segurança quanto de acabamento, é necessário realizar algumas cuidados pós procedimento.

A primeira coisa é evitar possível infecção da área tratada. Para fazer isso, devemos evitar tocar, esfregar ou arranhar a área.

Também não é aconselhável se expor à água (piscinas, saunas…). Além de aumentar o risco de infecção, água clorada pode impedir que o pigmento se fixe devidamente.

Outros fatores a serem evitados são o excesso sudorese (esportes, saunas…) e o exposição ao sol.

Quanto aos cuidados diários, podem ser utilizados produtos de higiene suaves ou toalhetes sem álcool, sempre sem esfregar. É necessário aplicar uma creme pós tratamento constantemente para manter a área hidratada para acelerar a cicatrização. Em nenhum caso a área deve ser coberta.

É importante que, um mês após a primeira sessão, vá a um sessão de retoque para o técnico avaliar a evolução e os retoques necessários.